Mercados e Feiras

Um ótimo programa para quem visita Londres é conhecer algumas de suas feiras e mercados de rua da cidade. Elas acontecem em diversos bairros e dias. Tem mercado de comida, roupas, antiguidades e muito mais. Aos sábados e domingos, os mercados de Londres rendem programas deliciosos para quem está de passagem pela cidade e quer garimpar objetos divertidos, roupas e acessórios estilosos e provar sabores de todas as partes do mundo.

Broadway Market

É o que mais se assemelha às nossas feiras de rua brasileiras, porque tem um foco bem forte em comida. São barraquinhas de linguiças, queijos, pães e doces em uma rua de comércio local, com cafés orgânicos, pubs e produtos saudáveis. Há também brinquedos e roupas. Fica em Hackney, um dos bairros mais legais da cidade (no East London). A rua Broadway começa no Regent’s Canal (o mesmo de Camden, só que alguns bons quilômetros mais ao leste) e termina no parque London Fields. Você chega de bicicleta pelo canal, encontra os amigos, pega algo para comer na feirinha, e vai sentar no parque. O melhor programa para um sábado de manhã em Londres.

Mercado de Greenwich

O Greenwich Market é considerado como um dos melhores do mercados cobertos de Londres. Uma curiosidade é que o mercado é propriedade de Greenwich Hospital e fornece suporte de caridade para membros da marinha real e seus dependentes. O mercado fica rodeado por lojas independentes, antiquários e boutiques. Uma das lojinhas mais legais por lá (para quem é apaixonado por viagem e se derrete quando vê um mapa) é a Arty Globe, com vários itens com mapas coloridos e divertidíssimos! Aproveite para saborear a grande variedade de comidinhas e as opções variadas de gastro pubs, restaurantes, cafés e bares de vinho.

Borough Market

Quando o Borough Market funcionava só como feira de atacado ou varejo de frutas e legumes, ele já era um sucesso. Mas de uns tempos para cá, a feira ganhou também a venda de alimentos mais “finos” ou artesanais, se popularizando ainda mais.

Uma das maiores e mais antigas feiras gastronômicas do Reino Unido, o Borough Market é tão completo e tem um ambiente tão gostoso que já foi cenário de vários filmes britânicos, como é o caso de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban e O Diário de Bridget Jones.

Diz-se que suas origens são anteriores ao ano 1014 (!), data em que já há registros de comerciantes de alimentos reunidos na London Bridge.

Brick Lane

O agito na Brick Lane também começou com um mercado de alimentos. Com o tempo, no entanto, o comércio foi crescendo tanto que a rua hoje é a grande referência para quem quer comprar qualquer coisa usada e mais barata.

No domingo, lá você pode encontrar CDs, roupas de segunda-mão, móveis, equipamentos eletrônicos, enfeites, bugigangas, acessórios e tudo o que pode existir no meio disso… Sem esquecer que as barraquinhas onde tudo isso é vendido são montadas entre muros grafitados por artistas como Banksy ou D*Face – além de fazer compras, você acaba visitando uma galeria a céu aberto!

No século XVII, judeus aproveitaram o local para investir no comércio, já que a rua é ponto de passagem para o leste de Londres. Hoje, o bairro de Whitechapel (onde está a Brick Lane) é repleto de imigrantes da Índia e de Bangladesh, e isso se reflete não só em uma variedade ainda maior de produtos, como também no cheirinho de curry que sai de quase todos os restaurantes ao redor da Brick Lane.

Columbia Road Flower Market

Milhares de espécies de plantas podem ser encontradas, todo domingo das 8 da manhã às 2 da tarde, na Columbia Road Flower Market. A rua de arquitetura antiga, no leste da capital inglesa, é colorida não só pelas flores, mas também pela venda de pães, queijos, antiguidades, acessórios de jardinagem, velas, sabões artesanais, artefatos budistas e até comidas exóticas.

Criada como feira gastronômica no século XIX, o evento sobreviveu até a um ataque durante a Segunda Guerra Mundial!

Portobello Road Market

O bairro de Notting Hill (o mesmo do filme da Julia Roberts) e as casas e lojinhas coloridas de Portobello Road (imortalizada nessa música do Caetano Veloso) são, por si só, uma atração turística. Mas as feiras que acontecem por lá ajudam a preencher a simpática rua durante diferentes dias da semana. No sábado, por exemplo, a maior concentração acontece por causa da feira de antiguidades, que é a maior do mundo. Em outros dias da semana, há também feiras de frutas e legumes e lojinhas de roupas, novas e usadas.

Camden Lock Market

Você sabia que, na Inglaterra e no País de Gales, nenhuma loja podia funcionar aos domingos? Essa lei ficou de pé até 1994!

Isso ajuda a entender por que a Camden Lock Market virou tão popular e cultuada. Mantida desde os anos 70 ao lado do Regent’s Canal, ela abria aos domingos mesmo na época em que a lei britânica não permitia.

Camden é o bairro mais rock’n’roll de Londres e seu famoso mercado atrai mais de 100.000 turistas todo fim de semana. O que as pessoas vão buscar por lá? Principalmente bom artesanato local, arte contemporânea, livros interessantes, roupas novas e usadas e, claro, boa cerveja.

Covent Garden Market

O bairro de Covent Garden em si é bem interessante e ali ao redor você encontra atrações como a Leicester Square, a Trafalgar Square e vários teatros. O mercado mesmo é a “Piazza”, perto da estação Covent Garden: uma estrutura que já foi, alguns séculos atrás, um mercado de frutas e verduras. Além de muitos artistas de rua atrás de uns trocados dos turistas, você encontra por lá vários restaurantes, bares e cafés. Na área central tem artesanato, mas a maioria das lojas fixas é de rede.

Boxpark Shoreditch

Proximo a estação Shoreditch High Street, você encontra também o Boxpark Shoreditch. Ele não é bem um mercado, mas um aglomerado de contêineres que abriga lojas, barzinhos e lanchonetes e funciona todos os dias. É uma ótima opção pra comer e tomar umas cervejinhas num ambiente descolado, com várias mesas tipo de piquenique.

Mercado Old Spitalfields

Perto do mercado de Brick Lane, este mercado também é um ótimo lugar para fazer compras, sendo cercado por lojas independentes de artesanato, moda e presentes.

Os dias chuvosos, algo que é habitual na capital inglesa, não são problema para este mercado, porque o mesmo é fechado.

Neste mercado vende-se de tudo. Se procura por jóias, a variedade é interminável. Há também barracas de roupas. Pode-se ainda comprar pão fresco e bolos, tortas e pastéis, legumes orgânicos, ou pode simplesmente comer em um dos muitos restaurantes e bares que servem comida de várias nacionalidades – italiana, mexicana, chinesa, tailandesa e indonésia, para citar apenas algumas. Estes são geralmente a preços razoáveis.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentário
Seu nome